Entrevista exclusiva com o Mega do CanalDoMegaPower no Youtube!

Mega é um cara super gente fina e humilde e que ainda por cima está sempre de bom humor, com muita experiência já passou pelo Youtube, foir pra Twitch e agora está de volta fazendo streams exclusivas no Youtube. .

Nessa entrevista exclusiva vamos tentar capturar um pouco mais de como foi essa jornada!

canaldomega perfil

Meu PC

Placa de Vídeo: Nvidia Geforce 1080
Memória: 32gb
Processador: AMD Ryzen 9 5900x
Placa mãe: Gigabyte Aorus X570 Elite
Mouse: Logitech G502
Teclado: Corsair K95 Platinum
Microfone: Hyperx Quadcast
Headset/Fone de ouvido: Hyperx Cloud II
Webcam: Logitech G920

Plataforma: Youtube
Jogos mais streamados: Diablo, POE e diversos outros
Seguidores: 19k+
Data de estréia da stream: 08.03.2017

Qual a sua história com jogos?

Desde pequeno eu brincava com Tamaguchis e Tetris naqueles video-games de mão que você colocava 2 pilhas pequenas kkk Também jogava muito War, que era o único jogo de tabuleiro que eu conhecia. Foi quando eu tinha uns 10 anos que ganhei um SNES dos meus pais com os jogos Donkey Kong Country 2 e Super Mario World, aí já era!

Pra mim, DK2 tem a melhor trilha sonora de todos os tempos dos video games! Desde então virei Nintendista mas é uma pena que atualmente as coisas para Nintendo sejam tão caras. De qualquer forma Nintendo é minha paixão.

Outro jogo que me marcou muito e até hoje eu tenho uma queda por ele é WoW. Eu largaria tudo pra jogar WoW agora mesmo hahaha Pra mim o melhor jogo pra consumir a sua vida, sem sombra de dúvidas. Só de escrever a respeito eu já tenho tremeliques!

Seguindo, Diablo entrou na minha vida (kkkkk) quando lançou o beta do Diablo 3 (ali no começo de 2012). Na época não esperava ter canal do jogo nem nada mas foi com ele que o Canal do Mega começou (lá em 2015).

Depois de algumas decepções com a falta de conteúdo para Diablo 3, foi em 2018 na fatídica Blizzcon que resolvi cair de cabeça no Path of Exile depois de ver o fiasco que foi o anúncio do Diablo Immortal. Hoje jogo mais Path of Exile que qualquer coisa mas nesse tempo descobri o gênero Souls e também tenho um apego grande por jogos desse gênero com Dark Souls, Sekiro, Hollow Knight e agora o aclamado Elden Ring!

Conte um pouco sobre você e por que começou a fazer streams

Diferente de muita gente, comecei a fazer Youtube antes das lives. E comecei a fazer vídeos no Youtube porque um dia comentei a ideia com alguns conhecidos do trabalho e o comentário deles foi bem simples: “Você não consegue, você não tem o jeito”. Nunca acreditei que você só consegue se tiver talento. Muita gente é talentosa, mas preguiçosa, e não adianta nada!

Talento ajuda mas foco e dedicação são o segredo sempre.

Com o tempo o próprio pessoal que consumia os vídeos no Youtube começou a pedir por lives e só consegui começar quando a Internet melhorou onde eu morava.

E não era nem questão de contratar uma melhor, simplesmente não existia! Então o canal começou em 2015 mas só em 2017 comecei a fazer lives.

qual foi a melhor coisa que um espectador seu te disse?

Por mais que existam elogios do tipo “espero que você seja gigante um dia” ou “você é o melhor” (sempre tem a galera empolgada), sempre acreditei que eu sou esforçado e ponto. Mas o que mais me marcou foi quando alguém falou que eu fazia diferença na vida dele. Que eu estar ali, fazendo live e conversando (como eu sempre faço) fez a diferença pra essa pessoa sair de uma situação difícil na vida.

Então vejo que os elogios pra mim, praquilo que eu faço ou os anseios de onde queremos chegar sempre são incríveis mas nada se compara com realmente ser alguém que influência positivamente a vida de algumas pessoas. Saber que fazemos a diferença na pessoa é algo realmente sensacional.

Qual foi a coisa mais legal que já te aconteceu por estar fazendo streams?

É difícil contar uma só, então vou contar três: Nyvi Estephan um dia começou a fazer live no Facebook. Eu soube quem era ela umas semanas antes por comentários de um amigo meu. Nessa altura Canal do Mega jogando Diablo 3 tinha mais publico que Nivy começando (kkkkkk). Foi quando eu pedi pro pessoal ir pra live dela no Facebook (ela não faz ideia de quem eu sou) e escrever “Oi Nyvi, vim pelo Canal do Mega”. Ela, não querendo dar moral, pulou várias mensagens pra não citar o tal “Canal do Mega”. Mas a galera comprou a briga e foi tanta mensagem que ela mandou um “Aiiii, obrigada Canal do Mega!”. Bom, foi o auge da carreira, quando Nyvi me agradeceu! hahahaha

Outro fato, que eu não posso deixar de citar, foi a comoção da galera pra que eu tivesse uma cadeira descente. Foi em 2018 que a galera me ajudou fortemente a comprar a cadeira que eu sento até hoje, uma DT3 Sports TOP! Na época, eu usava uma cadeira velha que o encosto dobrava pra traz e eu reforcei com FIO DE LUZ hahahaha, usava um travesseiro pra dar uma amenizada mas vivia com dor nas cotas! O pessoal me ajudou demais nessa época, sem palavras!

E por fim, uma pessoa que eu conheci na live e considero amigo até hoje que me ensinou uma coisa muito legal:

ajude sempre que puder ajudar.

Ele me deu meu microfone e meu teclado (uso ambos até hoje). E quando eu perguntei “Por que você ta fazendo isso?” ele respondeu “Mega, você tem que aceitar e quando você puder, faça igual por alguém!”. Nunca tive um teclado mecânico, nem um mic desses, mas o principal foi a lição. Super foda!

Compartilha uma coisa de ruim que aconteceu durante sua stream e como você superou isso

A internet é uma terra sem lei. Você tem que lidar com hater, fanboy de outros canais e gente que ta ali só pra te tirar do seu centro. Como eu lido com isso? BAN! No outro dia já esqueci o nick da pessoa e pra mim ela nunca existiu!

Com o tempo você aprende, a duras penas inclusive, a dar valor praquilo que te faz bem. Eu ficava muito pra baixo, depois de horas gravando e editando vídeo, quando aparecia um comentário maldoso no meio de 10 comentários legais. A gente aprende a focar nos 10 legais e deixar o comentário maldoso pra lá (mas é difícil viu?!)

Como você se mantém motivado?

Você tem picos de motivação: quando você aprende alguma coisa nova que vai incrementar seu canal, quando você joga um jogo novo, quando você sabe que pode fazer um conteúdo exclusivo.

Mas essas motivações tendem a durar pouco porque são difíceis de se manterem novas, elas envelhecem rápido. O que sempre motiva é aquele grupo de pessoas que sempre está de olho, sempre deixa um comentário (mesmo que não jogue o mesmo jogo por exemplo). Tem pessoas que me seguem e participam até hoje desde antes de eu ter os primeiros mil inscritos no canal.

A motivação vem de pessoas assim, que seguem por muito tempo, ou até mais recentes, mas que são participativas. São elas que dão um gás pra que a gente continue. Eu sempre disse pro pessoal: “Se você não é aquele que faz, seja aquele que incentiva!”

Como você equilibra sua vida pessoal com o stream?

Esse é um problema clássico: Todo mundo sabe que a vida de criador de conteúdo, principalmente no Brasil, não é fácil. E a minha não é diferente. Por todos esses anos que tenho o Canal do Mega mantive um trabalho regular.

Aquele de verdade, que paga as contas hahaha Então, ter um trabalho regular, uma casa pra cuidar, esposa e um canal, só mesmo com conversa e mostrando resultados.

Minha esposa, apesar de entender zero de jogos e lives, é minha maior parceira. As coisas tendem a apertar mais num futuro não muito distante porque queremos filhos! 😀

quais ferramentas você usa na sua stream?

O básico do básico é o OBS Studio. Também uso algumas ferramentas de bot de chat pra agilizar comandos pro pessoal pegar links pra coisas importantes referente ao conteúdo que estamos discutindo ou mesmo vídeos do meu canal no youtube.

Também uso script (um pouco de programação) pra possibilitar maior interação do pessoal com a live. Por exemplo, o pessoal pode utilizar comandos de audio ou disparar alguns clipes prontos direto no meu OBS.

Conta pra gente 3 streamers que foram as maiores influências na sua carreira e por que

O primeiro foi o Quinn69. Apesar de hoje achar ele muito exagerado, violento as vezes, esse jeito “porra-louca” dele sempre chamou atenção e foi um dos primeiros que eu gostei de assistir.

Eu já fazia lives quando conheci o VigiaBR (veja a entrevista do Vigiabr) e, apesar de eu já saber mais ou menos o caminho, esse cara abriu a minha cabeça pra muitas coisas e tenho que dizer que aprendi muito com ele.

Por fim, tenho que citar o barrigudinho do EpicPureGamer (veja a entrevista com o Epic), que foi quem me recebeu no Path of Exile e também aprendi muito com ele. Muitas coisas que eu errei, o Epic me ajudou a corrigir e a melhorar.

É claro, existem muitas outras pessoas importantes que conheci. Alguns antigos, outros mais novos mas todos com sua devida importância! Mesmo aqueles que não somaram positivamente de alguma maneira acabaram ajudando a me tornar uma pessoa melhor e eu agradeço mesmo assim.

Uma barreira no caminho é ruim sim, mas mesmo ela te faz trilhar o caminho de uma maneira diferente pra conseguir superá-la!

Que conselho você daria para quem está começando a fazer stream?

Não faça por dinheiro, faça por amor! Tenha um plano, um projeto, um tema pra discutir. Mesmo se for falar de jogos, não pule de um Fifa para um Diablo por exemplo, seu publico não vai conectar com você se você ficar pulando de galho em galho assim.

E se esforce ao máximo pra conversar com seu publico. Apesar de ser uma live, não importa muito o quanto você é bom no jogo mas sim o quanto você consegue cativar e conectar com seu publico através da conversa. É pra isso que serve uma live!

Se você pudesse mudar uma coisa no Youtube o que seria?

Ser menos dependente de uma única plataforma. Depois de anos criando conteúdo em uma plataforma específica, você fica refém da situação. A Twitch é um exemplo bem atual desse problema porque vem cortando cada vez mais o valor repassado ao criador de conteúdo.

Muitos que dependiam exclusivamente dela sofrem e vão continuar sofrendo. Não focar em um lugar só mas crescer Youtube e Instagram juntos, por exemplo, é uma boa estratégia.

Quais são seus planos para o futuro?

Recentemente tive que fazer uma cirurgia que me fez pensar bastante sobre a carga de trabalho que eu tenho com meu trabalho regular e mais o meu canal. Por isso quero moderar mais o tempo que passo “trabalhando”. Quero ter mais tempo livre pra cuidar um pouco da saúde.

Existem filhos nos planos também então provavelmente devo dar uma desacelerado nos próximos anos. Deixar de fazer conteúdo é algo difícil pra mim porque realmente gosto muito!

Então ficar longe dos vídeos e das lives é algo que não vai acontecer mas desacelerar um pouco, sim!

Quer deixar alguma mensagem para sua comunidade?

Agradecimento em primeiro lugar. Não existe Canal do Mega sem a comunidade, sem o pessoal que participa, que da moral, que incentiva! E acredite em você sempre porque, se eu tivesse escutado o “você não leva jeito”, não estaria aqui hoje.

Existe talento? Claro! Mas você pode equiparar o talento com foco e dedicação! Vai ser mais difícil sem o talento? Sem sombra de dúvidas! Mas o impossível não existe. “Não sabendo que era impossível, foi lá e fez.”

Deixe um comentário
Join our mailing list!
Join our list to receive news by e-mail.
You can leave the list at any time.
Overnight Games